Se quiser entrar em contato comigo, meu e-mail é babimottin@hotmail.com



Eu respondo sempre todos comentários nos posts que foram comentados... Assim fica mais fácil. Beijão

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Nossa História - Melissa e Carolina

Oi meu Nome é Melissa, tenho 35 anos e moro em São Paulo - SP

Minha gravidez  foi muito planejada, já estava casada há 5 anos e aguardava ansiosa pela tão sonhado resultado POSITIVO!
Então, em maio de 2004, veio o tão esperado teste com resultado positivo J
Como já fazia acompanhamento ginecológico há tempos, desde que tive um aborto espontâneo  em 1997, fiz todos exames para garantir uma gestação segura, pois meu RH é negativo e de meu marido é positivo, um agravante, por causar incompatibilidade sanguínea, esse foi justamente o fato que tive problemas na 1º gestação.

Todos os exames normais fiz muitos exames durante toda gestação, todos USG normais, até o US3D completamente normal, a gestação foi tranqüila, a Carol ansiosa igual a mãe acabou chegando 1 mês antes do esperado..rs


A Carol nasceu na Maternidade Santa  Joana, parto cesárea,  com 2.760 e apgar 9,5...tudo dentro do esperado... Acabamos ficando 10 dias no hospital pelo fato da incompatibilidade sanguínea, a bilirrubina altera muito (ela nasceu com o mesmo RH+ do pai)  e tem que ser estabilizada para ter alta.

Um Bebê com desenvolvimento normal, mas acho que devo fazer uma observação importante, desde pequena sempre teve problemas no intestino, muito ressecada, muitas vezes precisamos colocar medicamento e Minilax para ajudar a evacuar. Acho importante ressaltar, a única reclamação era o intestino e às vezes apresentava cansaço aos pequenos esforços, mas nada que levasse o médico a desconfiar de algo errado, Dr. Wladimir de Deos cuida dela desde o nascimento.

Após a descoberta viemos entender o porquê dos problemas no intestino e a reclamação de cansaço ao mínimo esforço, seu pulmão não tinha capacidade respiratória e o intestino estava elevado na região pulmonar.


Resumindo, sem sintomas que evidenciasse qualquer anormalidade de má  formação, o pediatra nunca desconfiou de nada, a Carol era assintomática e uma criança aparentemente normal....até junho de 2011.


Com 6 anos e 6 meses, a Carol teve uma queda acentuada de cabelo, o que nos levou ao pediatra, Dr. Wladimir que preocupado pediu um check-up, com muitos exames, inclusive um RX pulmão (foi a 1º vez que ela fez um RX) pq o pediatra nos explicou que problemas pulmonares, às vezes, causam queda de cabelo.


Exames realizados,  vamos ao retorno e então o triste diagnóstico, no exame de RX o médico interroga BOLHAS???


...O pediatra assim que leu nos afirmou com todas as letras que ela tinha HDC, uma má formação congênita... eu nem imaginava o que significava isso e o que estava por vir.


Na hora não acreditei,  entrei em choque, como uma criança aparentemente sem sintomas tem algo tão grave? Correndo risco de vida...como ????


Repeti os exames muitas vezes, mas era fato e precisávamos ser rápidos, o pediatra nos encaminhou para um amigo dele Dr. Pedro Munhoz Fernandez, que nos explicou a gravidade e os riscos.

A Carol estava com o intestino, estômago e baço elevados  no tórax do lado esquerdo, o seu pulmão esquerdo estava totalmente pressionado pelos órgãos, o que o estava deixando sem ventilação, era grave e precisava urgente da cirurgia.


Eu estava em pânico, apavorada, sempre tive muita fé, mas por muitas vezes questionava Deus... o pq com ela?

Deus sempre nos mostra o caminho, nos carrega nos momentos que fraquejamos e nos mostra o tamanho de sua glória!

Foram muitos exames e médicos para um perfeito diagnóstico de como seria feita a cirurgia.


Minha grande guerreira foi muito valente, enfrentou tudo com tamanha coragem, ela que me deu forças para acreditar, para ter fé!


Carolina e eu antes da cirurgia.
 O Dr. Pedro Munhoz é  um anjo em nossas vidas, um enviado de Deus, juntamente com Dr. Armando Mari, depois de tudo pronto o dia da cirurgia 13 de fevereiro de 2012. Não consigo nem descrever com palavras o que sentia ... foram as horas mais longas da minha vida...a Carol entrou andando para o centro cirúrgico de mãos dadas com Dr. Pedro, nesse momento...desabei...perdi o chão...


Uma cirurgia longa e complexa, assim que finalizou o Dr. Pedro veio falar comigo, explicou que ela não tinha a cúpula esquerda e fizeram com uma membrana muscular a reconstrução de toda a cúpula, não foi necessário telinha, colocando todos os órgãos nos seus devidos lugares, levaram o caso dela para estudo na UNIFESP,  foi um milagre tanto tempo e ela nunca teve nenhuma complicação pulmonar, pneumonia , absolutamente nada, eles não sabem explicar, alias a única explicação é “Deus”!!!

Ela saiu do centro cirúrgico extubada e sedada, acordou algumas horas depois, claro que não é uma recuperação do dia para a noite, requer muitos cuidados, à atenção e cuidado que tivemos de toda a equipe cirúrgica foi fundamental para a rápida recuperação.

O Pulmão tinha suas medidas normais, mas pelo fato de estarem pressionados todos esses anos, não tinha expandido, tinha o formato de uma uva passa , foram momentos difíceis na UTI, fisioterapia, medicamentos (ela tinha muita dor), mas o auxílio e preparo de toda a equipe foi maravilhoso.

No 3º dia na UTI a Carol já andava pouquinho com a fisioterapeuta, foi uma recuperação muito rápida e em 8 dia após  a cirurgia estávamos indo para casa, claro com todo o aparato e cuidados necessários para um pós cirúrgico, mas sem aquela tensão toda que é dentro de uma UTI.

A recuperação foi espetacular, durante 9 meses ficamos com visitas periódicas ao hospital e finalmente em Julho a Carol teve alta, e hoje já está liberada para todas as estripulias.


Dr. Pedro e Carolina no dia da alta.
Hoje a Carol é uma criança normal, o pulmão está perfeito, às vezes ela reclama de uma dor  na região  da incisão mas super normal devido a proporção da cirurgia.

Graças a Deus só tenho a agradecer !!!

Agradecer à toda a equipe da UNIFESP – Hospital Mario Covas

Minha querida amiga Débie e Priscila que me deram muito apoio nos momentos desesperadores, Deus me deu amigas maravilhosas .

Local da cirurgia

UNIFESP – Hospital Escola Mario Covas

Equipe que fez a Cirurgia:

Dr. Pedro Munhoz Fernandez – Sírio Libanês 

Dr. José Armando Mari  - UNIFESP - USP
Drª Viviane Postal _ UNIFESP
Drª Valentina Collet – UNIFESP
Dr. Renato – UNIFESP




2 comentários:

  1. Só Deus mesmo par explicar esse grande milagre!!! o Diego tbm Herniou estomago, intestino e baço. Uma grande guerreira, e um grande milagre!!

    ResponderExcluir
  2. Deus e mesmo maravilhoso, e Dr. Pedro e um mensageiro dele com certeza, meu filho nasceu em 2000 no mesmo hospital e graças a Deus e ao Dr. Pedro e sua equipe daqui a dois meses ele vai fazer 16 anos !!!!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! Fique atenta que responderei ao seu comentário no post q foi comentado. Beijãoo